• slider-1
  • slider-2
  • slider-3
slider-11 slider-22 slider-33

Drenagem Linfática - Pós-operatório - Detalhada

ORIGEM DA DRENAGEM LINFÁTICA

A técnica foi desenvolvida pelo casal Emil e Estrid Vodder baseada na longa experiência adquirida pelo biólogo dinamarquês, entre 1932 e 1936, onde neste último ano publicou um manual da técnica em Paris.

HISTÓRIA DA DRENAGEM LINFÁTICA

Embora Hipócrates, conhecido como o pai da medicina, tenha percebido a existência do sistema linfático no ano 450 a.C, somente muito depois foi que o italiano Gaspar Asseli, professor, dentre outros anatomistas, puderam confirmar tal observação de forma científica e desenvolver seus estudos através da observação de veias em animais.

Logo, em 1651, um médico francês se dedicou ao estudo do conduto linfático, e descobriu um sistema situado próximo ao umbigo humano, no lado esquerdo do abdome. Seu nome era Pecquet e este sistema foi batizado em sua honra.

Outro anatomista que contribuiu para o desenvolvimento da linfografia foi Bartholin e Rudbeek, ambos consolidaram a noção que temos hoje sobre o sistema linfático.

Um médico, Dr. Emil Vodder e sua esposa Estrid, tratavam de pessoas acometidas por gripes e sinusites, estimulando as linfas presentes em seus pescoços. Observando os excelentes resultados obtidos através deste procedimento, o casal acabou criando um método mais abrangente e eficaz, que ainda hoje é utilizado por massoterapeutas do mundo todo e recomendado por cirurgiões e especialistas.

No Brasil, a divulgação do método se deu através de Waldtraud Ritter Winter, ex aluna do Dr. Vodder. A técnica era inicialmente utilizada somente para fins estéticos, como forma de conter a obesidade e reduzir as medidas corporais, mas atualmente já é recomendada para tratar outros problemas como o inchaço durante a gestação e pós-parto, sintomas de retenção de líquido, TPM, pós-cirurgias plásticas, dores e cansaço extremo.

O QUE É DRENAGEM LINFÁTICA

A drenagem linfática é uma técnica de massagem que tem por objetivo estimular o sistema linfático - uma rede complexa de vasos que movem fluidos pelo corpo - a trabalhar de forma mais acelerada. Entre os principais benefícios do método estão a redução da retenção de líquido, ativação da circulação sanguínea, combate à celulite e até o relaxamento corporal.

Para entender melhor como ela age, é essencial conhecer as estruturas que compõe esse sistema, a linfa e os gânglios linfáticos:
O sistema linfático trabalha como uma terceira circulação, além da arterial e da venosa, e a linfa é o líquido que circula através dessa rede de vasos linfáticos. Ela é rica em proteínas, glóbulos brancos, microrganismo, células mortas, células sanguíneas e pode também carregar bactérias e toxinas. Seu aspecto é viscoso e amarelado. A linfa, assim como o sangue, realiza trocas metabólicas com as células e em seguida é recolhida pelos vasos do sistema linfático, retornando aos gânglios.

Já os gânglios linfáticos, ou linfonodos, são encontrados em todo o corpo. Eles são parte importante do sistema imunológico. Sua função é ajudar o corpo a reconhecer e combater germes, infecções e outras substâncias estranhas. É para eles que a linfa recolhida dos vasos é direcionada para ser filtrada.

As áreas comuns em que os linfonodos podem ser sentidos, através da palpação, incluem: virilha, axila, pescoço, (existe uma cadeia de linfonodos de cada lado do pescoço), abaixo da mandíbula e do queixo, atrás das orelhas e na parte posterior da cabeça.

INDICAÇÃO DA DRENAGEM LINFÁTICA

As sessões de drenagem linfática são indicadas para: redução de edemas e linfedemas, fibro edema gelóide e lipoesclerose, insuficiência venosa crônica, cefaleias, nevralgias, edemas gestacionais, síndrome pré-menstrual, mastalgia, fadiga, dores nas pernas e desconforto pélvico, irritabilidade, ansiedade, tratamento pós-cirurgia plástica, rinites, sinusites, faringites entre outros.

BENEFÍCIOS DA DRENAGEM LINFÁTICA

Desintoxica o organismo, elimina líquidos acumulados no organismo, ativa o sistema imunológico, atua como analgésico, alivia hematomas e inchaços após cirurgias plásticas, auxilia no tratamento da celulite.

CONTRAINDICAÇÃO DA DRENAGEM LINFÁTICA

A massagem drenagem linfática é desaconselhada em diversas situações, quando o prejuízo se sobrepõe ao benefício. Por isso, as pessoas devem evitar a massagem quando se verificarem os seguintes casos:

  • Temperatura do corpo superior a 38 graus;
  • Existência de traumas, feridas abertas, contusões recentes, roturas musculares, entorses e queimaduras.
  • Tumores;
  • Doenças circulatórias (veias varicosas, flebites, tromboses);
  • Melanoma;
  • Hemofilia;
  • Doenças de pele infecciosas (infecções bacteriológicas, de fungos, virais e herpes) – Somente na região afetada;
  • Reação adversa ao tratamento;
  • Embolias;
  • Flebites, inflamação das veias, percebemos, pois, causa edema, vermelhidão ou roxeamento e incapacidade de movimentação da área afetada pela dor;
  • Gânglios inchados;
  • Fraturas ósseas não consistentes, ou seja, estão moveis ainda, então aumenta o risco de aumentar a lesão;
  • Osteoporose grave, pelo risco de haver fratura dos ossos;
  • Gravidez nos três primeiros meses de gestação. No tempo restante da gravidez, as massagens se realizarão com laudo e prescrição médica. Existem indicações que a massagem serve para acalmar o bebe e no pré parto, auxilia a posicionar o feto;
  • Hipertensão arterial. Caso for realizar massagens relaxantes não há contraindicações, portanto se estimulantes, a massagem está contraindicada;
  • Quando existam reações alérgicas à massagem;
  • Quando o receptor sofre muita dor, no caso de doenças graves, como câncer;
  • Pessoas com taquicardia, aumento da frequência do batimento do coração;
  • Pessoas com hematomas graves;
  • Imediatamente após operações cirúrgicas;
  • CONCLUSÃO

    É importante que o cliente paciente, esteja ciente de que, está apto para aplicar este tipo de tratamento. Claro que antes de fazer qualquer massagem ou procedimento, é interessante procurar seu médico ortopedista, para saber se está tudo certo com seu corpo e não há impedimentos para a prática desse procedimento ou qualquer outro.

    Fontes:
    http://www.dicasdemassagem.com
    /historia-e-origem-da-drenagem-linfatica
    http://www.minhavida.com.br
    /beleza/tudo-sobre/16462-drenagem-linfatica
    http://www.dicasdemassagem.com
    /drenagem-linfatica-indicacoes-e-contra-indicacoes
    http://daguanatural.com.br/beneficios-da-drenagem-linfatica/
    https://www.cirurgiaestetica.com.br /drenagem-linfatica-no-pos-operatorio-de-algumas-cirurgias/



    Visite nossa loja virtual

    Na JS Terapias Masssagem e Estética temos várias modalidades de serviços na área de massoterapia, estética facial e estetica corporal.

    Para cada modalidade de serviços temos uma proposta de trabalho diferenciada e preços acessíveis.

    SATISFAÇÃO...

    As opiniões e sugestões dadas por clientes, são sempre levadas em consideração buscando melhorar a cada dia o processo de compra e não perder o contato pessoal com o cliente, considerado muito importante pela empresa que possui como principais valores a cordialidade, humildade e a ética nos relacionamentos.


    NOSSO MAIOR COMPROMISSO, VOCÊ!

    SIGA NOSSAS MÍDIAS...

    © Copyright 2020 JS Terapias Massagem e Estética - 24.388.585/0002-08 - Todos os direios reservados.